quarta-feira, 4 de outubro de 2017

O que o Corretor de Seguros realmente precisa!

O corretor de seguros não precisa de brinde, de café da manhã, visitas programadas apenas para cumprir a agenda, ou retratações.

O Corretor de Seguros de verdade não precisa que as seguradoras e outras empresas os convidem para eventos de gala, banhados a muito luxo e pompa, com grande atrações musicais, cercadas de palestras dos altos executivos, enaltecendo a "parceria".

O Corretor de Seguros, que trabalha de forma incansável, tendo como maior objetivo atender o seu cliente, proteger seu patrimônio e a sua família, precisa mais do que gerentes que dão uma "passadinha" na corretora, com canetas, cadernos e campanhas de prêmios que brilham os olhos de qualquer um mas com metas utópicas e mecanismos de apuração indecifráveis.

O Corretor de Seguros não precisa de alguém que diga que ele tem que vender um seguro residencial para cada dois de automóveis, que o cliente dele é um potencial comprador de previdência ou que se ele vender um vida por mês em cinco anos estará com uma bela renda mensal.

O Corretor de Seguros não precisa de cafés da manhã sobre produtos cujo enorme diferencial competitivo é uma pequena redução em alguma franquia ou um serviço específico e pouco útil em uma assistência 24hrs.

O Corretor de Seguros está cansado de ouvir que ele faz errado, que ele precisa diversificar, que ele está perdendo um enorme potencial em sua carteira, que ele poderia ser melhor, mais eficiente e diferenciado.

O Corretor de seguros não precisa de nada disso.

O Corretor de seguros, aquele que dá a cara a tapa todos os dias, por vezes negociando pequenas diferenças para poder manter um valioso seguro em sua carteira, aquele que consegue encontrar uma fração de tempo em seu dia para buscar um cliente que perdeu, aquele que não pensa duas vezes antes de abrir mão de grande parte da sua comissão para poder manter seu cliente protegido, esse Corretor, com C maiúsculo, ele não precisa de bajulação.

O Corretor de Seguros, responsável pela proteção de tantas empresas e famílias, precisa simplesmente de EFICIÊNCIA.

Precisa que sua ligação seja atendida, precisa que seu problema seja resolvido, precisa que sua sugestão seja ouvida, precisa de acesso a subscritores, precisa de departamentos de sinistro com boa vontade de ouvir e entender o que ele diz, precisa de regionais e sucursais com pessoas capacitadas em entender demandas e autonomia para resolvê-las e não focamos exclusivamente em suas metas.

Que tal trocar um kit de caderno e caneta por uma pendência resolvida na hora?

Que tal trocar um café da manhã por um analista de sinistro que atende ligações?

Que tal trocar uma campanha impossível por um gerente que conheça as condições gerais dos produtos oferecidos?

Que tal trocar um mega stand em um congresso por um sistema de cotação confiável, ágil e versátil?

O Corretor de Seguros está cansado de soluções paliativas, ele precisa de soluções efetivas e rápidas para seus problemas, assim, terá tempo de oferecer outros produtos, conhecer novos ramos e expandir sua atuação junto aos segurados.

O que o Corretor precisa é simples, mas o simples parece ser sempre o mais difícil.