sexta-feira, 19 de maio de 2017

Fazer leilão com o preço do seu seguro pode custar bem caro

Não adianta esconder, os seguro de automóvel hoje tem as coberturas principais bem similares e a consequência direta disso é que o preço se torna o fator principal na hora de contratar a apólice, mas não se engane, contratar somente pelo preço pode ter amargas consequências.

Um dos fatores que se deve levar em conta são as coberturas acessórias do seu seguro. As coberturas de colisão, roubo e danos à terceiros funcionam da mesma forma em praticamente todas as seguradoras, mas cada uma delas tem uma série de outras cobertura que pode fazer a diferença.

A cláusula de Assistência 24 horas é um exemplo disso. Muitas vezes a diferença no preço se deve à distância que o guincho da seguradora irá percorrer com seu veículo em caso de pane ou acidente. Verifique sempre se a cotação com preço maior não está te oferecendo um guincho que não irá limitar essa distancia pois, a distância adicional você terá que pagar do próprio bolso, e o pior, na hora! Será que vale a pena ter essa preocupação na hora de um acidente?

Fique atento também aos serviços para sua residência que estão embutidos na cotação de maior preço. Muitas seguradoras já oferece serviços como encanador, eletricista e reparos a eletrodomésticos que são pouco utilizadas. A vantagem destes serviços é que a seguradora contrata o prestador, analisa ele e ainda te dá garantia do serviço, sem cobrar nada a mais por isso. Frequentemente o preço de um simples reparo hidráulico é muito maior que a diferença que você está barganhando no seu seguro.

Mas, sem dúvida alguma, o que você mais deve ficar atento na hora de escolher pelo melhor preço é quem irá te atender no momento de um acidente. Esse fator é importantíssimo pois nem sempre as coisas podem ocorrer como o esperado.

Sempre se certifique que, quando você precisar, será atendido por um profissional que tem experiência em seguros, é legalmente autorizado a intermediar seu seguro e está do seu lado, ou seja, defende os seus interesses.

Muitas pessoas não se atentam a isso e, quando mais precisam, simplesmente não consegue contato com o profissional que ofereceu aquele seguro mais barato, quando conseguem, não recebem informações confiáveis e nem percebem esforços dele para resolver seu problema.

Uma colisão, por exemplo, pode não ser uma situação tão simples de ser resolvida, pode envolver outras pessoas que irão te pressionar para que o veículo deles seja reparado mais rápido, podem não concordar com o valor que receberão da seguradora, o seu próprio veículo pode ficar parado na oficina por mais tempo do que você imagina, entre tantas outras situações que irão te custar tempo, dinheiro e muito paciência.

Na hora de negociar seu seguro, coloque na ponta do lápis o preço e as vantagens que cada cotação está te oferecendo. Um bom corretor de seguros pode acabar cobrando um preço maior que o oferecido por uma agência bancária, por exemplo, mas aquela diferença é o custo dele para manter toda uma estrutura apta e eficiente de atendimento, leiloar o preço faz com que ele diminua seus ganhos, impactando na qualidade do atendimento que você irá receber.

Pensem bem, na hora de comprar um celular, a maioria dos equipamentos fazem ligação e enviam mensagens, então porque você simplesmente não escolhe pelo preço?

Não significa que preço não é importante, todos nós passamos por momentos onde a economia é necessária, mas não abra mão de uma boa e franca conversa com seu corretor, ele é o único profissional preparado e habilitado para te oferecer a melhor solução para o seu seguro, com foco na qualidade, atendimento e economia.

Ficou na dúvida? Ligue pro seu corretor.

Nenhum comentário :

Postar um comentário